Melhores discos de 2009 – best albums of 2009

Primeiro da lista

Artista: Animal Collective
Album: Merriweather Post Pavilion
Data de Lançamento: 12 de janeiro de 2009
Gênero: rock, experimental, indie
Nota: 9,2

Em que é sem dúvida o seu melhor lançamento até à data, Animal Collective emitiu o mais user-friendly álbum de sua brilhante carreira de 7 anos. Versões anteriores, como Here Comes the Indian (2003) e Strawberry Jam (2007) foram lindos e complicados, mas a natureza experimental do seu trabalho tem feito frequentemente para contestar (se não é difícil ouvir) – eles nunca realmente apelou para sensibilidades mainstream, nem tenham realmente tentado. Mas com Merriweather Post Pavilion, Animal Collective lançou seu primeiro álbum pop “e agora estão prestes a tomar a sua carreira para um nível diferente.

Merriweather Post Pavilion é uma vitrine para a banda e seus talentos. O álbum apresenta todas as marcas Animal Collective: sound design sofisticado, o minimalismo modal, varrendo extensões, melodias fantásticas e letras provocantes. Animal Collective, o duo de Avey Tare (aka David Porter) e Panda Bear (aka Noah Lennox), tem produzido faixas que são carregadas de impulsos eletrônicos e incha, o tempo todo vestida com harmonias Brian Willsonesque e um espaço profundo acústico. E, para que seus fãs temem que tenha ido comerciais, seus arranjos de música são ainda muito pouco convencional e inovador.
O que faz Merriweather Post Pavilion particularmente notável é como inerentemente listenable que é e como ela se reinventa a cada escuta.
O álbum também apresenta notável arte de capa em que a folha verde como os objetos aparecem para influenciar e fluxo. Na verdade, como a capa do álbum, Animal Collective a ser uma das bandas mais originais e talentosas do mundo.

Segundo

Artista: And So I Watch You From Afar
Album: And So I Watch You From Afar
Data de Lançamento: Abril de 2009
Gênero: post-rock
Nota: 9,1

Vindo da Irlanda do Norte, And So I Watch You libra From Afar (aka ASIWYFA) fora de guitarra de alta energia impulsionada instrumental post-rock, que combina a sofisticação sonora do Explosions In The Sky e Mogwai, o peso do Pelican e melódico / complexidade rítmica das batalhas. Mas dizer que essa banda é derivado seria leonino – ASIWYFA é a sua própria banda com um som que é distintamente os seus próprios.
And So I Watch You From Afar é um embaraço de riquezas, um álbum repleto de riffs poderosos, mind-bending sulcos, performances e arranjos intrincados virtuosística. Provavelmente a melhor pós-liberação de rock de 2009.

Terceiro

Artista: Japandroids
Album: Pós-Nada
Data de Lançamento: 4 de agosto de 2009
Género: indie-rock, noise-rock
Nota: 9,0

Pós-Nada, a estréia da dupla Japandroids Vancouver, é um daqueles álbuns que poderiam ser facilmente esquecido e passou como um outro esforço no excesso de ruído, de repente lotado cena rock. Mas um exame mais atento revela riffs cativantes, performances incrivelmente bem e não faltam excelentes melodias e grooves. E com letras como: “We used to dream, now we worry about dying,” along with song titles like ”  juntamente com títulos de músicas como “I Quit Girls”, é um acéfalo: Pós-Nada é realmente um dos melhores álbuns de 2009.

Quarto

Artista: The Antlers
Album : Hospice
Gênero: rock indie, chamber pop, lo-fi, experimental
Nota: 8,9

Dark and brooding, cuidados paliativos é o quarto álbum de estúdio do The Brooklyn Antlers. A ideia de Pedro Silberman, The Antlers são como uma versão mais experimental do Bon Iver e The Walkmen. Hospice crônicas Silberman jornada pessoal através de temas de isolamento, morte e sua relação com o mundo. O belíssimo “Prologue” é um destaque definitiva sobre o que é um álbum muito bom, mas desafiador.

Quinto

Artista: Atlas Sound
Album: Logos
Data de Lançamento: 20 de outubro de 2009
Genre: post-rock, experimental, indie rock, alt-rock
Nota: 8,9

Atlas Sound é o projeto solo de Bradford James Cox, vocalista do quarteto de Atlanta Deerhunter. Logos é o acompanhamento da sua estréia, Let the Blind Lead Those Who Can See mas não pode sentir.
Muitas vezes, repleta de texturas ambiente e zona de pós-rock-outs, Logos é um primor de álbuns produzidos e intrincada que presta tanta atenção à textura e design de som como faz a força completa pura. Elenco aparições de Noah Lennox (Animal Collective, Panda Bear) e Laetitia Sadier (Stereolab), o álbum é abençoada com algum talento excelente. A faixa Sadier em particular, a épica e deslavado “Quick Canal”, é emblemático da capacidade de Cox a atmosfera se entrelaçam com a melodia.

Though Atlas Sound could be considered more experimental and daring than Deerhunter, closer inspection reveals a highly accessible album. Embora Atlas Sound poderia ser considerado mais experimental e ousada que Deerhunter, uma inspeção mais minuciosa revela um álbum altamente acessível. Don’t let the labels fool you: Logos will appeal to a wide cross section. Não deixe que os rótulos de enganá-lo: Logos vai apelar para uma seção transversal de largura. Don’t miss this one. Não perca esta.

Though Atlas Sound could be considered more experimental and daring than Deerhunter, closer inspection reveals a highly accessible album. Don’t let the labels fool you: Logos will appeal to a wide cross section. Don’t miss this one.

e a lista segue

  • [8.8] Neko Case: Middle Cyclone
  • [8.8] Isis: Wavering Radiant
  • [8.8] Fever Ray: Fever Ray
  • [8.7] Wild Beasts: Two Dancers
  • [8.7] Tortoise: Beacons of Ancestorship
  • [8.7] Russian Circles: Geneva
  • [8.7] Raekwon: Only Built 4 Cuban Linx…Pt. II
  • [8.7] Metric: Fantasies
  • [8.7] Mastodon: Crack the Skye
  • [8.7] Cymbals Eat Guitars: Why There Are Mountains
  • [8.6] Various: Dark Was the Night
  • [8.6] The Veils: Sun Gangs
  • [8.6] Sun O))): Monoliths and Dimensions
  • [8.6] Grizzly Bear: Veckatimest
  • [8.5] PJ Harvey and John Parish: A Woman a Man Walked By
  • [8.5] maudlin of the Well: Part the Second
  • [8.5] Dirty Projectors: Bitte Orca
  • [8.5] Converge: Axe to Fall
  • [8.5] Bill Callahan: Sometimes I Wish We Were Eagles
  • [8.5] Bibio: Ambivalance Avenue
  • [8.5] Baroness: Blue Record
  • [8.5] Art Brut: Art Brus Vs. Satan
  • [8.5] Absu: Absu
  • [8.4] The Very Best: Warm Heart of Africa
  • [8.4] Pyramids: Pyramids with Nadja
  • [8.4] Mew: No More Stories Are Told Today…
  • [8.4] jj: jj n° 2
  • [8.4] Heartless Bastards: The Mountain
  • [8.4] Dinosaur Jr.: Farm
  • [8.4] Dan Deacon: Bromst
  • [8.4] Built to Spill: There Is No Enemy
  • [8.4] Bat for Lashes: Two Suns
  • [8.3] YACHT: See Mystery Lights
  • [8.3] The Horrors: Primary Colours
  • [8.3] Pelican: What We All Come to Need
  • [8.3] Obituary: The Darkest Day
  • [8.3] Mos Def: The Ecstatic
  • [8.3] Girls: Album
  • [8.3] Caspian: Tertia
  • [8.3] Camera Obscura: My Maudlin Career
  • [8.3] Bloodhorse: Horizoner
  • [8.3] Antony and the Johnsons: The Crying Light
  • [8.2] The Flaming Lips – Embryonic
  • [8.2] Sonic Youth: The Eternal
  • [8.2] Modest Mouse: No One’s First and You’re Next
  • [8.2] Kylesa: Static Tensions
  • [8.2] Handsome Furs: Face Control
  • [8.2] Black Crowes: Before the Frost/Until the Freeze
  • [8.1] Yeah Yeah Yeahs: It’s Blitz!
  • [8.1] Tombs: Winterhours
  • [8.1] Morrissey: Years of Refusal
  • [8.1] Manic Street Preachers: Journal for Plague Lovers
  • [8.1] Lightning Dust: Infinite Light
  • [8.1] DOOM: Born Like This
  • [8.1] DM Stith: Heavy Ghost
  • [8.1] And You Will Know Us by the Trail of Dead: Century of Self
  • [8.0] The Pains of Being Pure at Heart: The Pains of Being Pure at Heart
  • [8.0] Loney, Dear: Dear John
  • [8.0] Katatonia: Night is the New Day
  • [8.0] Alice in Chains: Black Gives Way to Blue
  • [7.9] The xx: The xx
  • [7.9] Röyksopp: Junior
  • [7.9] Neon Indian: Psychic Chasms
  • [7.9] Dananananaykroyd: Hey Everyone
  • [7.9] Bear in Heaven: Beast Rest Forth Mouth
  • [7.9] Andrew Bird: Noble Beast
  • [7.8] The Phantom Band: Checkmate Savage
  • [7.8] The Dead Weather: Horehound
  • [7.8] Swan Lake: Enemy Mine
  • [7.8] St. Vincent: Actor
  • [7.8] M. Ward: Hold Time
  • [7.8] Jonsi and Alex: Riceboy Sleeps
  • [7.8] Future of the Left: Travels With Myself and Another
  • [7.8] Doves: Kingdom of Rust
  • [7.8] Arctic Monkeys: Humbug
  • [7.7] Them Crooked Vultures: Them Crooked Vultures
  • [7.7] The Derek Trucks Band: Already Free
  • [7.7] The Decemberists: The Hazards of Love
  • [7.7] Slayer: World Painted Blood
  • [7.7] Phoenix: Wolfgang Amadeus Phoenix
  • [7.7] Monsters of Folk: Monsters of Folk
  • [7.6] The Soundtrack of Our Lives: Communion
  • [7.6] The Mars Volta: Octahedron
  • [7.6] Soap&Skin: Lovetune for Vacuum
  • [7.6] Patrick Watson: Wooden Arms
  • [7.6] Omar Rodriguez-Lopez: Old Money
  • [7.6] Irepress: Sol Eye See I
  • [7.6 The Arusha Accord: The Echo Verses
  • [7.5] The Most Serene Republic: …And the Ever Expanding Universe
  • [7.5] Nile: Those Whom the Gods Detest
  • [7.5] Duncan Sheik: Whisper House
  • [7.5] Cursive: Mama, I’m Swollen
  • [7.4] The Fiery Furnaces: I’m Going Away
  • [7.4] Sufjan Stevens: The BQE
  • [7.4] Porcupine Tree: The Incident
  • [7.4] Passion Pit: Manners
  • [7.4] Papercuts: You Can Have What You Want
  • [7.4] Au Revoir Simone: Still Night, Still Light
  • [7.4] A Storm of Light/Nadja: Primitive North
  • [7.3] Wavves: Wavves
  • [7.3] Sian Alice Group: Troubled, Shaken, Etc.
  • [7.3] Múm: Sing Along to Songs You Don’t Know
  • [7.3] Moderat: Moderat
  • [7.3] Great Lake Swimmers: Lost Channels
  • [7.3] Behemoth: Evangelion
  • [7.2] White Rabbits: It’s Frightening
  • [7.2] My Dying Bride: The Lies I Sire
  • [7.2] Mirah: (A)spera
  • [7.2] Matt & Kim: Grand
  • [7.2] If These Trees Could Talk: Above the Earth, Below the Sky
  • [7.2] Every Time I Die: New Junk Aesthetic
  • [7.1] Om: God is Good
  • [7.1] Health: Get Color
  • [7.1] Bon Iver: Bloodbank [EP]
  • [7.0] The Black Dahlia Murder: Deflorate
  • [7.0] A.C. Newman: Get Guilty

[Paulo Cruz]

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s